quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Taping em Atletas nas Olimpíadas de Londres 2012

Hoje vou falar mais um pouco sobre o uso do Taping, que está sendo muito utilizado em ATLETAS. 


Kinesio Taping, é um tipo de bandagem utilizada na área a ser estimulada, onde a força mais importante é a força de reação do estiramento à fita adesiva, com ações analgésicas, proprioceptivas e corretivas. 


Muito indicado:



  • Aliviar dores
  • Diminuir espasticidade
  • Corrigir deformidades
  • Aumentar tônus
  • Estimulação em fraquezas e paralisias 
Entre outras...

 Um exemplo real foi nas Olimpíadas de Londres 2012. No jogo contra o Brasil, ontem (01/08/12), o jogador Russo Biryukov jogou com o Kinesio Taping em seu ombro. 


Fonte: www.goltvaovivo.com.br

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Tríade Muscular na Osteopatia e Dermátomo

Segundo Cyriax & Cyriax, (2001), as lesões mais comuns são os prolapsos dos discos intervertebrais na coluna, que geram na grande maioria as dores da região lombar, com casos mais graves de dor irradiada para os membros inferiores. Um deslocamento do material discal pode se mover posteriormente, para fazer a compressão sobre a dura-máter, causando sintomatologia dolorosa, dermátomo relacionado e fraqueza de músculos envolvidos. 


Então, devido as estruturas interligadas, plexos e aos músculos responsáveis pelas ações musculares e respiratórias é que se formou a Tríade muscular  muito importante a ser tratada em todos os atendimentos da Osteopatia, pois através desses músculos, passam nervos provenientes de membros superiores, coluna e caminham para membros inferiores.


 Assim, toda disfunção não deve ser tratada isoladamente.


Tríade Muscular importante na Osteopatia




  • Músculo Psoas: Estabilização do tronco e ação bilateral na flexão do tronco.
  • Músculo Quadrado Lombar: ação unilateral produz inclinação lateral.
  • Músculo Diafragma: ação respiratória e movimentação das costelas.

Técnicas recomendadas: 
  1. Stretching para Psoas, Quadrado Lombar
  2. Manipulação de Diafragma
  3. Técnicas articulatórias de Lombar e Sacro
  4. Manipulação de Lombar e Sacro  
e assim por diante... de acordo com o Dermátomo correspondente.



Biblio:
Cyriax & Cyriax, 2001
Atlas Anatomia Humana
Rohen, Yokochi, Lutjen-Drecoll, 1998

terça-feira, 8 de maio de 2012

domingo, 22 de abril de 2012

Esqueleto Muscular para todo Fisioterapeuta





Todo fisioterapeuta e osteopata é apaixonado e tem obrigação de saber toda essa estrutura do nosso corpo. 

Então, pode começar a brincar!








terça-feira, 17 de abril de 2012


Publicação muito boa sobre o Kinesio Taping. 

Mãe conta em blog a experiência da utilização de Kinesio Taping em seu filho, Jadon que teve lesão do plexo braquial devido a trauma obstétrico:

"No final da terapia, Ellen (terapeuta ocupacional) aplicou o kinesio taping do ombro ao punho de Jadon procurando trabalhar uma posição específica..."

"Jadon teve uma ótima terapia ontem (depois do knesio)..." Em seguida ela relata diversas posições que Jadon conseguiu ficar depois do Kinesio Taping.





http://jadonsjourney2009.blogspot.comhttp://jadonsjourney2009.blogspot.com.br/2010/10/kinesio-taping.html.br/2010/10/kinesio-taping.html


quarta-feira, 7 de março de 2012

Técnica de Energia Muscular




A técnica de energia muscular  é um  processo manipulativo que parte de uma contração em pré-alongamento de um músculo retraído, que irá relaxar como resultado da inibição autogênica, podendo ser alongado mais facilmente. 

Problemas lombares com restrição de movimento para Inclinação para frente (flexão), rotação para a esquerda e inclinação para a esquerda, podem ser resolvidas com energia muscular. E muitos outros problemas também. 

Por exemplo:

Paciente deitado na mesa, decúbito ventral (barriga para baixo), e o terapeuta posicionado ao lado do paciente, palpando o interespaço de L4-5, onde a mão direita do terapeuta introduz rotação para a esquerda do tronco. 
O terapeuta resista a um esforço muscular feito pelo paciente para levantar os pés até o teto, tentando aplicar uma resistência contra o esforço de inclinação para a direita. Após cada esforço, o terapeuta aumenta a amplitude de alongamento do segmento. 







Greenman. Philip E. Princípios da Medicina Manual, 2 ed. São Paulo: Editora Manole, 2001

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Dores no pescoço - Tração Cervical Manual


O pescoço realiza vários movimentos e suporta o peso da cabeça, entretanto, por não ser bem protegido, pode ser facilmente machucado, além de problemas que produzem dor e limitação de movimento. Pode ser por anormalidade em tecidos moles, como tensão nos músculos e compressão de nervos. As técnicas de trações podem ser usadas com a finalidade de alongar os músculos e as cápsulas das articulações facetárias e para alongar os forames intervertebrais. 
O ângulo de tração, a posição da cabeça e a aplicação da força podem ser controlados pelo fisioterapeuta e a força pode ser aplicada com o mínimo de sobrecarga em regiões que não podem ser alongadas. 


Paciente: Deitado em decúbito dorsal, popularmente de "barriga para cima" e o mais relaxado possível. 
Terapeuta: Em pé, apoiando o peso da cabeça do paciente nas mãos, com os dedos embaixo do occipital e a outra mão pode ser colocada na testa do paciente, como também pode ser utilizada uma cinta no occipital. Após variar as posições para flexão, extensão ou flexão lateral com rotação, uma força pode ser aplicada tracionando-se o corpo cervical enquanto que o corpo do terapeuta é inclinado para trás de maneira controlada. 

sábado, 11 de fevereiro de 2012

Coluna Vertebral - Lombalgia


As doenças relacionadas aos músculos, tendões, fáscias musculares, ossos, articulações e seus ligamentos são causas frequentes de dor e podem levar à incapacidade ou limitação das atividades diárias. As afecções do sistema músculo-esquelético, assim como as algias vertebrais, constituem um problema de saúde comum e de grande importância na sociedade moderna, portanto, faz-se necessário o desenvolvimento de técnicas específicas para o tratamento.



Lombalgia é um termo usado para designar o aparecimento da dor na região lombar da coluna vertebral. Diversas condições estão relacionadas à origem dessa afecção, exigindo, por isso, a obtenção de uma história clínica completa e, eventualmente, a realização de exames complementares. Na lombalgia, a dor não costuma provocar irradiação importante, enquanto na lombociatalgia, pode irradiar-se para a nádega e face posterior da coxa, estendendo-se até o pé.
 Neste caso, o osteopata tem um papel muito importante, pois,  através das mãos e sem cirurgia,tem a capacidade de  recolocar as vértebras na sua posição anatômica.
Os osteopatas estão habilitados para ter uma abordagem holística ao paciente, ou seja, tratam o corpo como um todo de uma forma sinergética.
O tratamento osteopático influencia o funcionamento fisiológico do corpo humano ao tratar músculos, articulações e fáscias. Melhora a circulação, a função do sistema nervoso e imunológico, a digestão e a respiração.     


    PROCURE UM  OSTEOPATA!


            

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Manifestação Clínica dos Tecidos

Características das dores:


* Músculo: cãibras, rigidez e pontadas na parte afetada e dor ao toque.

* Ligamento: Dor depois de passar muito tempo na mesma posição.

* Nervo: Dor irradiada podendo causar parestesia.

* Tendão: Dor por movimento repetitivo.

* Inflamação: Dor, Rubor, Edema.


Algumas linhas de Tratamento:

Crioterapia (gelo)
Alongamentos
Manobras Articulares
Massoterapia



#FICAaDICA#

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Teoria da Disfunção do Movimento e Procedimento


Foram propostas várias teorias para explicar o fenômeno da Hipomobilidade e Disfunção do movimento.

1-      Teoria do Aprisionamento do material sinovial ou a existência de um meniscóide sinovial entre duas superfícies articulares opostas.
2-      Falta de congruência no contato ponto-a-ponto das superfícies articulares opostas, o papel da medicina manual seria restaurar a articulação, fazendo com que ela retome a ‘trilha certa.’
3-      Alteração nas propriedades físicas e químicas do líquido, onde pode haver a perda da capacidade do deslizamento suave devido ao fato de as superfícies opostas terem se tornado “pegajosas”.
4-      Teoria que enfoca a restrição de movimento como resultado de alteração no comprimento e no tônus do músculo.

Procedimento:  Realização do Trust  ou Movimento Rápido de baixa amplitude.
Tanto na articulação vertebral quanta na extremidade em que a separação das superfícies articulares ocorreu, foi comprovado o fenômeno de ‘’cavitação’’.
Além do estado audível, no raio X, a densidade se torna negativa dentro da articulação, onde esse “vácuo” provocado sugere a alteração do estado líquido (acumulado e aprisionado) para o estado gasoso em decorrência do  trust ou tranco rápido.

Por exemplo:    video 

Manipulação Articular CostoTransversa


Greenman. Philip E. Princípios da Medicina Manual, 2 ed. São Paulo: Editora Manole, 2001

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Hipermobilidade X Hipomobilidade


Os procedimentos da medicina manual destinam-se a superar as restrições de movimento, com técnicas que aumentam a mobilidade, a qual não deve ser usada em casos de Hipermobilidade. 

Na hipermobilidade, há um aumento na amplitude do movimento, uma sensação de frouxidão e áreas que frequentemente apresentam uma sintomatologia dolorosa. Ela pode chegar a um estágio de instabilidade, quando a integridade dos tecidos que suportam a estrutura articular não pode manter a devida função das partes móveis. 
É muito importante saber a diferença entre os estágios de hipermobilidade e instabilidade do segmento, portanto a percepção do movimento é uma arte palpatória no diagnóstico estrutural, pois é uma característica genética considerada benigna, mas que pode predispor a tendinite, escoliose e até incontinência urinária.


A atriz Francine Missaka, 30, foi fazer ginástica rítmica por sugestão de uma professora, impressionada com sua flexibilidade

Portanto, as técnicas manuais devem ser usadas na Hipomobilidade para superar os movimentos limitados. E não para aumentar segmentos hipermóveis. 

Vale ressaltar que no corpo humano, sempre vai haver uma área hipermóvel, e por consequência, uma área adjacente hipomóvel.



Greenman. Philip E. Princípios da Medicina Manual, 2 ed. São Paulo: Editora Manole, 2001

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Princípios da Medicina Manual

Você sabia que a Medicina Manual é tão antiga quanto a Ciência e a arte da Medicina propriamente dita?? Até Hipócrates, o pai da medicina moderna, usou procedimentos da medicina manual com técnicas de Tração e Alavancagem no tratamento de deformidades da coluna vertebral. 


O corpo contém em si tudo o que é necessário para a manutenção da saúde e recuperação da doença.
O restabelecimento da capacidade funcional máxima do corpo eleva o nível de bem-estar e ajuda na recuperação de traumatismos e doenças, segundo Still, o primeiro a desenvolver a filosofia e prática da Osteopatia, em 1874.


O foco da medicina manual é o sistema músculo-esquelético que abrange mais de 60% do organismo humano, e é por intermédio dele que deve ser feita a avaliação dos outros sistemas e órgãos. 
Os procedimentos manipulativos têm se mostrado clinicamente eficazes na redução da dor e no aumento do bem-estar do paciente, com objetivos de restaurar o movimento máximo e indolor.






Greenman. Philip E. Princípios da Medicina Manual, 2 ed. São Paulo: Editora Manole, 2001

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

O corpo fala.



Para abertura do Blog...


"Quando a boca cala, o corpo fala...
O resfriado escorre quando o corpo não chora;
A dor de garganta aflora quando não é possível comunicar as aflições;
O estômago queima quando as raivas não conseguem sair;
A diabetes invade quando a solidão dói;
O corpo engorda quando a insatisfação aperta;
A dor de cabeça reprime quando as dúvidas aumentam;
O coração desiste quando o sentido da vida parece terminar;
A alergia aparece quando o perfeccionismo fica intolerável;
As unhas quebram quando as defesas ficam ameaçadas;
O peito aperta quando o orgulho escraviza;
A pressão sobe quando o medo aprisiona;
As neuroses paralizam quando a criança interna tiraniza;
A febra esquenta quando as defesas detonam as fronteiras da imunidade;
E o corpo fala quando a boca cala..."